08 abril 2014

Sorte ou azar de Meg Cabot - #VEDA 8


Ai, que emoção! #VEDA 8! Ahhhhhhhh! Que lindo gente, vou chorar!
Não, Bia.
Então, vim trazer pra vocês mas um post sobre um livro, Sorte ou azar é escrito pela Meg Cabot (Diva, diva, diva, diva, diva, divaaaaaa), que pelo menos maior parte de "todo mundo" conhece, né? Que aí nunca viu o filme/leu o livro/ouviu falar de O diário da princesa?? Pois é.
Esse livro de cara me interessou, não sei se foi pelo nome, pela composição EXCELENTE da capa... Não faço ideia, mas eu bati o olho e
pensei: "Já era... Vou comprar!".
(OBS. Lembrando que as fotos desse post foram tiradas por mim, se pegar e colar no seu blog, etc, dê os créditos!)
E o pior é que logo no início eu me vi apaixonada pelo livro, logo nas primeiras páginas eu já estava super 'dentro' do enredo, o que não é muito comum, porque a maioria dos livros só consegue te fazer 'entrar na história' depois de uns 3 capítulos no mínimo. Esse não.
Sorte ou azar é impressionante. Logo no início, ele nos faz acreditar em uma coisa, ai do nada começa a se transformar em outra e nós ficamos felizes! Nós acreditamos! E bem no final, uma reviravolta muito doida acontece e de repente tudo muda de uma hora pra outra e os leitores ficam de boca aberta.
Esse livro me enganou completamente. Normalmente eu costumo meio que prever histórias clichês, como por exemplo em O código Da Vinci (SPOILER SPOILER SPOILER SPOILER SPOILER!!!!), logo no meio do livro eu já imaginava que Sophie seria a herdeira (FINAL DE SPOILER).
Mas a Meg Cabot conseguiu me fazer acreditar numa coisa e no final ela jogou na minha cara a verdade! Esse livro é muuuuito bom por isso.
Aqui vai a orelha do livro:





"A única coisa que Jean Honeychurch odeia mais do que o seu nome sem graça (Que em alguns lugares é até nome de menino) é seu muito apropriado apelido, Jinx. Ou seja: Pé-frio, azarada... E de fato, a falta de sorte parece perseguir Jinx para onde quer que ela vá - E por isso ela está tão animada com a mudança para a casa dos tios, em Nova York. Talvez, do outro lado do país, Jinx consiga finalmente se livrar da má sorte. Ou, pelo menos, escape da confusão que provocou em sua pequena cidade natal.
Mas definitivamente os problemas seguem a ruivinha até Manhattan. Sua prima, Tory, não está nada feliz em ter a ovelha negra da família por perto. Bela, glamourosa e nada parecida com a jovem e brincalhona que Jinx se lembrava dos tempos de criança, Tory também esconde um perigoso segredo - E está certa que Jinx é capaz de descobri-lo.
Há algum tempo praticando pequenos feitiços, Tory se considera a bruxa da família. Ao perceber que a prima, além dos cabelos ruivos, pode ter herdado também os poderes de uma antepassada, a convida para integrar seu grupo de bruxas. Mas Jinx sabe que feitiços podem ser perigosos e recusa, despertando a ira da deslumbrada Tory, que planeja vingança.
As coisas pioram quando Jinx se aproxima de Zach, um gato por quem Tory é apaixonada. Ele e a prima Jean de Iowa (Como o menino carinhosamente a chama) vão juntos para a aula de educação física, conversando sobre tudo e surge um convite para ir ao baile da primavera - Só como amigos, afinal ele parece gostar de outra pessoa...
Rapidamente, Jinx percebe que não é apenas da má sorte que está fugindo. É de algo muito mais sinistro... Será que sua falta de sorte é, na verdade, um dom, e a profecia sob qual ela viveu desde o dia em que nasceu é a única coisa que pode salvá-la?"

Esse livro é completamente carregado de surpresas, você vai lendo e se surpreendendo a cada hora!
"Ah, Bia, mas é um livro de bruxas?" Mais ou menos. Está um pouco inserido sim o tema bruxaria, mas não é daqueles que só fala de bruxas, feitiço aqui e acolá e pronto. E o interessante é que o livro retrata as pessoas que fazem feitiços como pessoas de aparência normal, e não aquela imagem do nariz pontudo e verruga na ponta que a sociedade idealizou.
Vale muuuuuuito a pena ler!
É isso!


Fui!

2 comentários:

  1. Nunca li esse livro, mas adorei só de ler o post :3. Beijos.
    Fan Page | Brilliant Diamond

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Kkkk, é bom mesmo!
      Obrigada por comentar! :*)
      Beijinhos!

      Excluir